JMGG
2006
pergunta 1

Nas Contas Portuguesas os agentes económicos estão repartidos em Sectores Institucionais:

A As Empresas Não Financeiras têm como função principal produzir os serviços não comercializáveis.
B As principais funções das Administrações Públicas consistem em produzir serviços não comercializáveis e financiar a economia.
C Uma das principais funções das Administrações Públicas é redistribuir os rendimentos.


pergunta 2

Ainda relativamente aos Sectores Institucionais:

A Um dos recursos das Famílias é o valor das vendas de bens e serviços.
B As Instituições Financeiras têm como seu principal recurso as contribuições obrigatórias dos seus associados.
C Os recursos principais das Administrações Públicas provêm da venda dos serviços que prestam às famílias.


pergunta 3

Alguns dos objectivos da Contabilidade Nacional passam, actualmente, por:

A Medir a riqueza gerada num país e aferir a sua capacidade bélica.
B Analisar os fluxos económicos e prever as consequências de determinadas decisões.
C Aferir o nível de bem-estar de cada país e prestar contas aos outros países sobre a forma como gerem os seus recursos.


pergunta 4

Sabendo que, numa dada economia, o Produto de 1999 foi de 1350 unidades monetárias, calculado a preços correntes, e que a taxa de inflação desse mesmo ano foi de 12,5%, o Produto a preços do ano anterior foi de:

A 112,5.
B 1 250.
C 1 200.


pergunta 5

Se o Produto de 2001, a preços de 2000, for de 1 323, enquanto o Produto do ano anterior, aos mesmos preços, foi de 1 200 e o IPC de 5%, isso significa que:

A A evolução real do produto foi positiva, tendo crescido 5%.
B A evolução real do produto foi positiva, na ordem dos 6%.
C A evolução real do produto foi negativa, na ordem dos 4%.


pergunta 6

O valor da Produção pode ser obtido por três ópticas:

A Através da óptica do Produto podemos saber o Valor Acrescentado pelo sector primário.
B Para sabermos a utilização que é dada aos bens produzidos devemos optar pela óptica do Rendimento.
C A óptica da Despesa permite-nos concluir sobre o sector de produção ou ramo de actividade que mais contribui para o produto.


pergunta 7

O Produto pode ter várias designações:

A A diferença entre Produto Interno e Produto Nacional diz respeito aos preços a que é calculado.
B O critério que preside ao conceito de Produto Interno é o critério da territorialidade.
C A diferença entre Produto Bruto e Produto Líquido reside na propriedade dos meios de produção.


pergunta 8

Um obstáculo considerável ao cálculo do produto consiste no Problema da Múltipla Contagem:

A Este problema pode ser ultrapassado através do somatório do valor das vendas de todos os produtos durante um ano.
B Pode ser ultrapassado através do somatório do valor dos produtos que não voltam a ser transaccionados no período em causa.
C Este problema evita-se calculando tudo a preços constantes.


pergunta 9

Das Contas Nacionais do país X retiraram-se os seguintes dados (em unidades monetárias):

A O PlBpm = 5 790.
B O PlLcf = 5 100.
C O PNBpm = 5 470.


pergunta 10

O país X, no ano seguinte, obteve os seguintes resultados (em unidades monetárias):

A O RN = 7 320.
B O RI = 7 480.
C O RN = 6 810.


pergunta 11

Das contas do país Y retiraram-se os dados seguintes (em unidades monetárias):

A A DN = 4 575.
B A DI = 4 455.
C A DN = 4 975


pergunta 12

No ano anterior, a DN desse mesmo país foi de 6 020 unidades monetárias. Sabe-se que:

A O PNBpm = 6 230.
B O PlBcf = 5 830.
C O PNLpm = 5 600.


pergunta 13

Na óptica da Despesa, estudamos as utilizações que são dadas aos bens produzidos.

A O Investimento é constituído pelas despesas efectuadas em bens duradouros.
B A FBCF é constituída pelas despesas de investimento em bens duradouros.
C A Variação de Existências apresenta sempre valores positivos.


pergunta 14

Ainda na óptica da Despesa:

A A Procura Global resulta da soma da Procura Interna com as Importações.
B A Despesa Interna é igual à soma do Consumo Público e Privado com as Importações.
C A diferença entre a Despesa Interna e a Despesa Nacional reside no Saldo dos Rendimentos com o Resto do Mundo.


pergunta 15

Na óptica do Rendimento, estudamos também vários agregados:

A A diferença entre o Rendimento Interno e o Rendimento Nacional é igual ao SRRM.
B O Rendimento Pessoal é o rendimento líquido das Famílias.
C O Rendimento Disponível dos Particulares é o rendimento efectivamente recebido pelas Famílias.